sábado, 20 de março de 2010

O Quereres

Em verdade, em verdade vos digo: o que pedirdes ao Pai em meu nome, Ele vo-lo dara. Ate agora nao pediste nada em meu nome. Pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja perfeita. (Joao, 16-23,24). Platao ja dizia que tudo que existe nao passa de uma palida sombra do que na realidade existe no mundo das ideias, ou seja, tudo que pode ser imaginado eh perfeitamente possivel.

Nao, nao sou beata nem filosofa. So acredito piamente que tudo que a gente quer, sente, pensa e fala se transforma em realidade. Nao a realidade de Platao, veja bem. A nossa, a mundana. As palidas sombras, que, venhamos e convenhamos, sao o que realmente interessam. Acredito tambem que a leveza de espirito, a alegria, a satisfacao do que ja se eh e tem sao cruciais nessa "magica". E eh isso que ta me atrapalhando meus quereres atuais. Ando afobadissima, intolerante, impaciente, critica ao extremo (nao me pergunte se aquela blusa marrom-sao-francisco com bolinhas lilases e mangas bufantes ficou bem em voce), nervosa, putissima com tudo, todos e principalmente comigo mesma. Nem eu to me aguentando, pipol. E o que eh que eu quero, voce ha de perguntar. Simples, eu quero que nossas coisas - minhas e do A. - fiquem todas num so lugar, arrumadas, ventiladas. Um lugar grande, amplo, espacoso, que de pra receber nossos poucos e selecionadissimos amigos para churrascos e banhos de piscina, quero ter o prazer de reclamar bem muito porque o copo d'agua estah a 20m e uma escada de distancia. Quero plantar minhas flores, minha mini-horta, ficar feliz so em saber que meus melhores amigos e meus afilhados estao ali, no quarto ao lado, saber que nossa amizade so vai melhorar, que nossos vinculos so vao ficar mais apertados ainda (se eh que eh possivel), cozinhar pra gente numa cozinha cheia de balcoes e ventilada, fazer competicao de quem estica as pernas fora d'agua mais retinho, por muito tempo, ateh os dedos ficarem enrugados. Quero paz, tranquilidade, alegria, felicidade. Numa casa feliz, cheia de vida e abencoada.

Em nome de Jesus.

Voce quer o que?

4 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Esperei, esperei e esperei e olha aí: chorei. No começo foi pelo hilário pipol. Irresistível. Mas você foi me enredando, enredando e quando vi já tava com o coração pulando aqui na boca. Não não vou perguntar se minha saia verde limão com listas vermelhas ficou bem em mim, mas vou dizer que putissima ou não você escreve bem paca. Agora, un instantes de silêncio reverente antes que minha verborragia se manifeste...

Danielle disse...

Todas nós esperávamos, borboleta!
E que maravilha esperar por você! Só fico pensando nas "coitadinhas" que escreverão depois. Mas vamos lá, vamos pensar... e existir... o que eu quero?????

Pipoca disse...

Segura mais um pouco que tá já já chegando a hora.... quando tu estiver bem no limiete pensa que já tem o A., os amigos, os afilhados, as coisas que precisam ser ventiladas e as receitas que serão feitas....talvez isso dê uma aliviada.
Vc mais que merece a realização do seu querer.... só não se avexe (eita Cearez)
Vou pegar este tempinho e ir treinando esticar as pernas de ponta cabeça....

Lica disse...

Quero partilhar da tua paz, tranquilidade, alegria, felicidade na tua casa feliz, cheia de vida e abençoada... Posso?

Beijos!