sexta-feira, 14 de maio de 2010

A Borboleta e as Raposas ou Verbete: Única

1.Que é só um. 2.De cuja espécie não existe outro. 3.Exclusivo; excepcional. 4.A que nada é comparável.

De uma forma óbvia, devo dizer que cada ser humano é único. Mas de que jeito cada uma aqui é única pra mim?

Aninha: porto seguro, aconchego, risada solta. Presente inesperado. Amiga de opinião sobre tudo, mas nunca fechada a novas palavras, novos sentidos, novos olhares. Me ensinou o mundo maravilhoso do reader e do skype. Não há paga pra isso.

Dani: fofice em forma de amiga. Sempre presente. Sempre disponível. Sempre amorosa. Sempre exemplo: mãe, profissional, amiga, mulher. Tudo transparente, tudo fácil, tudo bom. Ela é sempre. Sempre, sempre, sempre.

Joie: doce, doce, doce. A única pessoa do mundo que escuto bem no celular, pode estar chiando, barulho ao redor, não tem jeito. Afinidades objetivas? Siiimmm. Mas, principalmente, afinidades eletivas. Substantivas. Subjetivas.

Li Unafraid: irmã que veio do outro lado do Brasil e abancou-se direto no meu coração. Riso e palavras sem cessar. De epistemologia a embromation sem perder o fôlego.

Lica: marida, irmã, amiga. A que sempre apóia. Me suporta em todos os sentidos. Humor preciso, focado, relampejante. Boa de cálculo, boa de riso, boa de aperreio. Só não pode ficar com a chave.

Lori: sabe quando você conhece alguém e já fica achando que não vai gostar e depois se ferra toda porque se apaixonou? Foi assim. Eu já cheguei no ciúme, amiga de amiga minha pra mim é rival. Mas não teve jeito, estilo direto, riso na ponta da língua, companheira, forte, boa. Linda.

Nanica: inteligência, beleza e ingenuidade. De uma forma única ela parece que precisa ser cuidada e está mesmo é sempre cuidando. Disposta a aprender, a viver, a amar. Jovem do mais belo jeito da juventude: aquela que envelhece.

Pipoca: minha dona, manda em mim mesmo. E eu gosto. Da mesma leva de humor da Lica, só que mais estabanado talvez. E de uma doçura surpreendente. Sabe tudo e o que não sabe é como se soubesse. Não vê dificuldades, só possibilidades. Rápida: pra decidir, pra fazer, pra dormir.

"Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo(...) Se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol"

4 comentários:

Pipoca disse...

Li que chorei.....

Danielle disse...

alguém quer lencinhos?

Lica disse...

Isso é que é uma escalação, não aquilo que o Dunga fez... Essa seleção é ouro!

Nanica disse...

Snif, snif