segunda-feira, 19 de julho de 2010



Amizade Sincera

Renato Teixeira

A amizade sincera é um santo remédio
É um abrigo seguro
É natural da amizade
O abraço, o aperto de mão, o sorriso
Por isso se for preciso
Conte comigo, amigo disponha
Lembre-se sempre que mesmo modesta
Minha casa será sempre sua
Amigo
Os verdadeiros amigos
Do peito, de fé
Os melhores amigos
Não trazem dentro da boca
Palavras fingidas ou falsas histórias
Sabem entender o silêncio
E manter a presença mesmo quando ausentes
Por isso mesmo apesar de tão raros
Não há nada melhor do que um grande amigo

4 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Podia pelo menos enrolar com uma introduçãozinha, nera?

Danielle disse...

Adorei! kkkkkkk
Ainda bem que temos borboletas voando SEMPRE em nossos jardins!

Lica disse...

Bô, tu reclama né? Fica feliz, que eu pelo menos botei o negócio aí e foi bonito...

Borboletas nos Olhos disse...

Voa e reclama, voa e reclama, rsrs