domingo, 29 de agosto de 2010

B de Beijo

Beija-me com os beijos da tua boca, porque melhor é o teu amor do que vinho. Dá-lhe, Salomão! E ainda tem quem diga que a Bíblia não é educativa. Bobinhos!

Obviamente o assunto hoje é beijo. Beijocas. Beijinhos. Beijões. Beijos de todas as nacionalidades (francês, ueba!). Estou assim, meio descarada, meio romântica. Um dia que não dou um beijinho... Enfim, pra não ficar só remoendo coloquei o pé na estrada (desta vez figurativamente) e me deleitei com sites, imagens e informações várias. Primeiro a definição, achei uma gracinha:
Um beijo (do latim basium) é o toque dos lábios em qualquer coisa, normalmente uma pessoa. Na cultura ocidental é considerado um gesto de afeição. Mas o que realmente me fez rir foi a definição do dicionário, depois dos sentidos óbvios, lá vem: ato de tomar pelo gargalo do frasco uma bebida (vou entender metaforicamente e dizer que tenho bebido da vida em teus lábios).

O beijo expressa os mais variados sentimentos: carinho, amizade, desejo, paixão, raiva e por aí vai. Beija-se para matar a saudade e para punir quem nos deixa com saudade. O beijo junta tato, olfato e paladar e a eles muitas vezes acrescentamos ternura, criatividade, intimidade... O kama Sutra apresenta 30 variedades de beijos! Tem muita coisa legal sobre o beijo, por exemplo, em um beijo bem beijado se perde 12 calorias, isso é muito melhor que musculação. Outra coisa jóia: os batimentos cardíacos se aceleram durante um beijo, indo de 60 a 150 e fazendo uma espécie de exercício pro coração.

E os nomes totalmente gracinha: beijo esquimó, borboleta, selinho, conde drácula, titanic...Mas beijo bom mesmo não precisa ter nome porque não precisa ser chamado, né? É aquele beijo tempestuoso depois de uma discussão, ou o suave beijo antes de uma viagem, ou o demorado beijo depois do amor, ou o beijo espontâneo e rápido antes que alguém veja...

No wikipédia se encontra informação sobre a história do beijo e suas implicações na Escócia, Grécia, Mesopotâmia...Gostei da organização dos romanos, eles tinham 03 tipos de beijos, o basium, entre conhecidos; o osculum, entre amigos; e o suavium, ou beijo dos amantes.

O beijo é uma arma poderosa: com ele um sapo vira príncipe, uma fera vira gente, Judas traiu Jesus...o beijo tira nossos pés do chão, rouba a noção de tempo, amolece pernas e coração. Olha só que coisa interessante: Estima-se que os homens que beijam suas esposas ao se despedir, antes de sair de casa, vivem cinco anos mais e ganham salários maiores do que aqueles que apenas batem a porta. Os homens da última categoria também tendem a sofrer mais acidentes de trânsito. Por isso eu e o Ministério da Saúde advertimos: me beijar faz bem ao coração (e a todo o resto). Além disso, os corpos das pessoas, durante um bom beijo, produzem substâncias 200 vezes mais poderosas do que a morfina em termos de efeito narcótico.

Ai, ai, ai: tua boca e teu beijo são assim, feito uma ausência infinita dentro de mim. Esta frase não é minha, mas a fome é todinha. Vontade de beijar, beijar, beijar... Hoje não é 13 de abril mas se eu te encontrasse instituiria imediatamente como o dia dos nossos beijos. Pesquisas por aí indicam que a pessoa troca cerca de 24.000 beijos durante a vida, entre maternais, fraternais, apaixonados, etc. Eu estou disposta a dar um bocado desses mils hoje mesmo, bastava eu saber quem é o te da frase aí de cima. Uma informação relevante: quando beijamos os resíduos da saliva permanecem em nossa boca por três dias.

O beijo faz um sucesso danado no cinema. É a forma material dos sentimentos. Faz sucesso na platéia e, principalmente, faz sucesso na telona. Inspirada pelos filmes eu já desejei beijar na chuva, de cabeça pra baixo, roubar um beijo, beijar dividindo um macarrão, beijar furiosamente, beijar embaixo d´água...Eu, pessoalmente, gosto dos beijos clássicos. Da Bela Adormecida, de Casablanca, De Tarde Demais para Esquecer. Beijos que fazem sonhar, que prometem, que indicam. Beijos que mais insinuam do que entregam, beijos que apontam um mundo novo de possibilidades de tantos outros beijos.

A parte descarada tem tudo a ver com zeca pagodinho: Beija-me! Deixa o teu rosto coladinho ao meu... Beija-me!Eu dou a vida pelo beijo teu! Beija-me!Quero sentir o teu perfume, beija-me com todo o teu amor, senão eu morro de ciúme...

Enfim, beijos e beijos pra nos inspirar nesta semana que começa:

01. Beijos de cinema mais modernosos...

02. Beijos de cinema que ficaram pra história...

03. Esse fui eu que fiz com música do Zeca Baleiro...




10 comentários:

Gabriella M. disse...

deja vu? :O
beijo nunca sai de moda, rs.

Anônimo disse...

Conheci o miolo com "ajuda" da minha primoca Lori e logo ao 1° olhar me espantei!! Gente é mto bom!! Textos geniais! Tô apaixonada pelo blog! Parabéns Meninas!! Mais um pouco e vcs chegam á Globo!! hihihi!!!
Xero da 1ª fã!!
Lara Soares

Danielle Martins disse...

Seja bem-vinda ao nosso pote,Lara!
Adoramos sua visita, venha sempre!

Lori disse...

Eba!!!
Q bom q dessa vez tu comentou!!!
Saudade Nana(vulgo: Lara)

Lori disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lori disse...

ELA SÓ PENSA EM BEIJAR!!!
BEIJAR, BEIJAR, BEIJAR!!!
E VEM COMIGO DANÇAR!
DANÇAR, DANÇAR, DANÇAR!!!

Borboletas nos Olhos disse...

Pois é, Lori, tem coisa melhhor? Quer dizer, ter, até que tem, mas não sei está liberado pra esse horário e a letra S ainda demora...

Lica disse...

Beijo roubado num vale!

Mauro disse...

Lica!
Beijo roubado sempre vale.. depende quem é o ladrão.....

Mas em caso de roubo, nada impede de reclamar e pedir a devolução do beijo.

O que seria dos romances e das paixões sem um delicioso e demorado beijo roubado?

Lica disse...

Mascote,
esse "beijo" foi roubado do outro blog dela...
kkkkkkkkkk