segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Magia

Magia não começa com D, mas Disney sim. Pode me chamar de criança, assumo, viro Peter Pan diante dos desenhos mágicos. Adoro tudo, desde o primeiro Mickey, magrela e super orelhudo, até o Mickey de hoje, que tem uma casa high-tech e passa no Disney Channel. Os desenhos Disney sempre foram visionários: o desenho do Pateta que era um pacato pedestre e vira um motorista maluco é bem o retrato de hoje, mas foi feito em 1950.


Ah, e os temas! A descoberta da amizade (a nova onda do imperador), adoção (Tarzan, a família do futuro, 101 dálmatas), a menina preocupada com o bem-estar do pai – Freud explica? – (Mulan, A Bela e a Fera), os relacionamentos entre as classes sociais (aristogatas, a dama e o vagabundo). Ah! As mágicas composições para os olhos e os ouvidos: destaque para o beije a moça, da pequena sereia! 

Tem um filme Disney para qualquer momento da sua vida, pode crer! Uma borboleta fez da vida dela um filme, e eu faço a minha com filmes da Disney: O meu nascer, como o Rei Leão: uma festa, de verdade. Todos ao redor, celebrando a vida! A minha adultice, como a pequena sereia: na casa do pai, eu tinha tudo! Conciliar a vida do mar e a vida da terra, o dilema sem fim. A vida adulta é  realmente um sem fim de projetos mutuamente excludentes... O meu fim, espero que seja 101 dálmatas: crianças por todo lado, folia sempre! Ou como a nova onda do imperador: amigos, família, farra. Bom, vocês entenderam, tanto faz, deu no mesmo...

Deu vontade? Quer ver um Disney? Passa lá em casa, tenho quase todos...

7 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Hahahah..eu nem preciso passar, hahahahah! Adoro os desenhos Disney e me embaralho toda pra escolher o melhor. Não dá. Curto de fio a pavio, passando por Fantasia. E que filmão seria essa tua vida, hein, Lica.

Ah, pra quem não sabe, Claude Chabrol morreu. A Lica tá inconsolável.

Danielle Martins disse...

Como seria bom se nossa vida fosse filme da Disney... Você é linda como o texto, como os filmes... Te adoro!

Anônimo disse...

O mais engraçado é q sempre surgem filmes infantis q nos surpreendem. Surpreendem pela simplicidade e honestidade dos temas - coisas q só a criançada sabem fazer, assim como beleza e encanto q conseguem transformar até o adulto mais cheio de marra!
COnfesso q os meus preferidos são a dama e o vagabundo, happy feet, procurando nemo e Mary Poppins (lembram dela? Aliás, n consigo encontrar esse dvd)!
Lara

Lica disse...

Lara,
tenho todos estes...
Adoro Mary Poppins! Assisti, sozinha, um dia desses.. Delícia de filme!
O Happy Feet é um dos favoritos do meu filhote de 2 anos. Ele dança junto com o pingüim, uma fofura... Ah, e a dama e o vagabundo, perfeito!
Beijos

Lica disse...

Ai, gente e o Claudinho, hein... tô na maior deprê!

Lori disse...

Cluad Chabrol?
quem mesmo?

Lori disse...

Cluad Chabrol?
quem mesmo?