quarta-feira, 14 de abril de 2010

V ou F?


Fortaleza, CE 07:45 da manhã
Residência dos pais da Nanica
Escrivaninha da Nanica

Nanica olha de relance o cronômetro: o prazo está encerrando (pra não dizer a verdade: porque já acabou). Cobre o rosto com as mãos e começa a falar sozinha:

-Tô esgotaaaaaaaada. Não tô conseguindo nem escrever a página de agradecimentos da dissertação. Como mencionarei meu sinceros agradecimentos aos inventores da Internet, do Google, e, especialmente, do CTRL + L?

-O que digo nas malditas 'considerações finais'?? A única coisa que consigo pensar é: "o conhecimento é uma construção conjunta. Cada pessoa é um universo. Que cada leitor tire sua própria conclusão!".

-Pedir a ajuda? Nem pensar. Não quero dedo de Borboleta nenhuma aqui nesse trabalho.

-Vou logo escrever meus posts. Pra ninguém daquele pote réi encher meu saco. Dois em um, porque eu sou é sintética. Taqui meu pote da paixão:

"Hoje só acredito no pulsar das minhas veias. E aquela luz que havia em cada ponto de partida há muito me deixou. (...) Não acredito mais no fogo ingênuo da paixão. São tantas ilusões perdidas na lembrança"

"Hoje eu tenho apenas uma pedra no meu peito. Exijo respeito não sou mais um sonhador. Chego a mudar de calçada quando aparece uma flor, e dou risada do grande amor..."

4 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

A borboleta, em vôo rasante, sai em enormes gargalhadas, mas volta já pra comentar de verdade!

Lica disse...

Nanica, eu tava guardando esse pedacinho do Chico pro meu pote... Buááááá!

Borboletas nos Olhos disse...

Ei, Lica, tem o Veríssimo

(eu ia usar, mas como só tinha direito a mais um...rsrs. Se vocês quiserem Verissimo, galera, é só me liberar...)

Nanica disse...

Aff que família gulosa, nammm. Lica, eu cheguei mais primeiro! Mas tá, eu deixo tu usar o trecho tb, vai.