segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Longe

A amizade tem uma beleza ímpar, mesmo longe fisicamente ou temporalmente dos amigos, sempre que os encontramos parece que tudo está justinho como antes em termos de afeto. Um amigo é uma amigo é um amigo e o amor que a gente tem por eles não passa. Mas não sei se acontece com vocês, tem tempo que a afinidade com uns parece maior do que com outros. Pensando sobre isso eu imaginei que tem a ver (ou haver?) com épocas ou momentos. Tipo, você acaba de ficar solteira e suas amigas resolvem casar e uma se muda pra sei lá que Cariri e a outra está comprando móveis e fazendo chá de panela (qualquer referência à vida real não é mera coincidência). Ou você está entrando no mestrado e suas amigas em um trabalho novo. Ou você está no maior aperreio de contas maiores do que você podia fazer e os demais numa boa maré financeira. Parece ou não parece que os papos mudam e você acaba procurando dentre todos os queridos aqueles que estão em um momento mais similar, mesmo não mudando em nada os sentimentos que se tem por todos? Um exemplo totalmente baseado na fantasia...vamos supor que uma borboleta qualquer tenha uma amiga nanica qualquer e elas conversem todos os dias sobre os quinhentos trilhões de paqueras virtuais da tal esvoaçante. Mas daí a pobre nanica começa a se preocupar com a hora do almoço e preparar aulas e conhecer os novos amigos do maridão e - até - suprema heresia, tem que fazer novas amigas na cidade nova. Daí que as ligações diárias passam a ser semanais e até mensais. Menos amor? Não mesmo. Só outros tempos. Claro que daqui a meses a tal nanica vai estar grávida e como a suposta borboleta totalmente fictícia já tem filho as ligações voltarão a ser diárias pra trocar figurinhas sobre o tema. Assim o vem e vai da amizade parece uma linda poesia que não precisa rimar em todos os versos (brega isso, né?). 
Assim, essa borboleta totalmente real que assina este post quer dizer à Joie, Dani, Lori e Nanica que eu não tô mais longe não, viu (se era segredo que vocês são as casadoiras do grupo, o segredo já era, a Lica escapa porque está na mesma aflição de casa nova, a Li porque está na mesma solteirice saliente e a Pipoca porque vai ser mãe da minha sobrinha), é só que casórios não estão na minha lista do dia e vocês bem sabem porque (ai, ai, as dores de cotovelo). Eu amo vocês. Amo de verdade. Estou aqui pra qualquer coisa e se não encho os ouvidos de vocês é porque creio que vocês tem coisas mais sérias e importantes do que discutir turismo sexual. E o post que era L de Longe também podia ser L de Lavar a roupa suja no meio da rua. Mas água é água mesmo com sabão então acho que posso dizer: I'm back! (lica, é assim que se escreve?).

5 comentários:

Lori disse...

Companheira, você realmente acha que há um tema melhor pra ser discutido que turismo sexual?
Não mesmo!!!
Quero todos os detalhes!
Quando mesmo vamos nos encontrar?

Borboletas nos Olhos disse...

Vou no último fim de semana de novembro. Vamos logo marcar uma praia pro domingo dia 28? Eu, tu, Dani e vou tentar levar a Pipoca...

Cáh disse...

é sempre bom ter amizades assim...
tenho amigas que são anjos de janela noturna...


Um Beijo...

Lori disse...

Tô dentro!!!

Borboletas nos Olhos disse...

Lori, forças maiores exigem que eu antecipe a viagem pro fim de semana do dia 20/11. Vamos tomar um café na Dani com a Nanica (praia mantida no domingo, claroooooo....)